Comissão da ALE-RR analisa convocação de aprovados na PCRR; Entenda os desafios e impactos financeiros da decisão.

 
A convocação de novos candidatos aprovados no último concurso da Polícia Civil de Roraima, realizado em 2022, está em análise por parlamentares. Após reunião da Comissão Especial da Assembleia Legislativa (ALE-RR) na última segunda-feira (6), autoridades estaduais serão convocadas para uma reunião no próximo dia 13. O objetivo da Comissão é solucionar o impasse sobre o certame, diante da necessidade de uma maior convocação e criação de cadastro reserva, considerando o baixo quadro efetivo da corporação e a realização de etapas do curso de formação por muitos candidatos.

De acordo com o presidente da Comissão, Gabriel Picanço (Republicanos), a reformulação do quadro da Polícia Civil é uma medida preventiva diante da possibilidade de mais de 50% dos policiais civis se aposentarem nos próximos cinco anos. A segurança pública do Estado é uma preocupação central, e a participação efetiva do governador nesse processo é crucial. A reunião da próxima segunda-feira contará com a presença de representantes da Sefaz, Seplan, delegada-geral Darlinda Moura, Casa Civil e um concursado integrante da comissão para discutir o impacto financeiro e a real necessidade do atual quadro de funcionários.

A Comissão Especial da ALE-RR, presidida pelo deputado Gabriel Picanço (Republicanos) e com o deputado Armando Neto (PL) como vice-presidente e Renato Silva (Podemos) como relator, conta também com os parlamentares Chico Mozart (PP), Rárison Barbosa (PMB), Idazio da Perfil (MDB) e Jorge Everton (União). O trabalho da comissão visa garantir transparência e efetividade nas decisões referentes à convocação dos novos servidores da Polícia Civil de Roraima.
 
 

Desenvolvimento do Concurso da PCRR em análise pela Assembleia Legislativa de Roraima. Saiba mais sobre as discussões e novidades previstas.

 
A convocação de novos candidatos aprovados no último concurso da Polícia Civil de Roraima, realizado em 2022, será analisada por parlamentares. Após reunião da Comissão Especial da Assembleia Legislativa (ALE-RR) nessa segunda-feira (6), autoridades estaduais serão chamadas para reunião no próximo dia 13. O objetivo da Comissão, criada em Ato da Presidência nº 012/2024 no Diário Oficial da ALE-RR no dia 30 de abril, é resolver o impasse sobre o certame. Desde o início da realização, candidatos relatam a necessidade de uma maior convocação e criação de cadastro reserva diante de um baixo quadro efetivo da corporação. Além disso, muitos que aguardam serem chamados já fizeram várias etapas do curso de formação.

Na próxima segunda-feira (13), os parlamentares e autoridades essenciais ao processo de decisão do concurso da PCRR se reunirão às 15h, na ALE-RR. Serão convidados representantes da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda) e da Seplan (Secretaria de Estado de Planejamento) para mostrar o impacto financeiro da convocação desses novos servidores. A delegada-geral, Darlinda Moura, será convidada para mostrar a real necessidade do atual quadro de funcionários, além da presença da Casa Civil e um dos concursados que está à frente da comissão. A comissão especial da ALE-RR tem como presidente o deputado Gabriel Picanço (Republicanos), vice-presidente o deputado Armando Neto (PL) e Renato Silva (Podemos) como relator. Também compõem a comissão os parlamentares Chico Mozart (PP), Rárison Barbosa (PMB), Idazio da Perfil (MDB) e Jorge Everton (União).
 

Descubra as próximas etapas para a convocação dos aprovados no concurso da PCRR de 2022. Entenda como a Comissão Especial pode resolver o impasse e garantir um quadro efetivo na corporação. Saiba mais!

 
Em conclusão, a convocação dos candidatos aprovados no último concurso da Polícia Civil de Roraima, realizado em 2022, está sendo analisada pela Comissão Especial da Assembleia Legislativa (ALE-RR), com o objetivo de resolver o impasse sobre o certame. A necessidade de uma maior convocação e criação de cadastro reserva tem sido destacada pelos candidatos, diante do baixo quadro efetivo da corporação, e a importância de prever o desfalque futuro de policiais civis devido a aposentadorias.

A reunião marcada para o próximo dia 13 irá envolver autoridades essenciais ao processo de decisão do concurso da PCRR, como representantes da Sefaz e da Seplan, a delegada-geral, Darlinda Moura, e concursados que participam da comissão. Com o intuito de avaliar o impacto financeiro da convocação de novos servidores e a real necessidade do atual quadro de funcionários, a presença e participação ativa do governador e demais autoridades é esperada para garantir a segurança pública do Estado de Roraima.