Prefeitura de São João da Baliza é criticada por moradores por não convocar aprovados em concurso público. Saiba mais sobre essa polêmica!

 
Moradores de São João da Baliza estão insatisfeitos com a falta de convocação dos aprovados no concurso público realizado no ano passado para os cargos da Guarda Civil Municipal. A recomendação para a realização do concurso partiu do Ministério Público de Roraima (MPRR) após a prefeitura remanejar vigias para os cargos na GCM. A ausência de convocação gerou indignação em cerca de 30 moradores, que assinaram uma Nota de Repúdio.

Segundo a nota assinada pelos moradores, 28 candidatos aprovados aguardam a convocação para ingressar na Guarda Municipal, sendo nove do sexo feminino e dezenove do sexo masculino. A falta de cumprimento da recomendação do Ministério Público tem gerado preocupações com a segurança pública e a integridade dos cidadãos. A transferência dos guardas patrimoniais para os cargos de vigilância, sem a devida capacitação, tem sido vista como um ato irresponsável pela população local.

Diante da polêmica, a Prefeitura de São João da Baliza emitiu uma nota afirmando desconhecer a divulgação da Nota de Repúdio por parte dos moradores e enfatizando que não houve contratação de vigias para a Guarda Municipal. A gestão municipal informou que o concurso público está em andamento e que o curso de formação para os aprovados está previsto para o mês de maio. A situação continua gerando descontentamento e questionamentos por parte da comunidade.
 
 

Descubra por que moradores de São João da Baliza estão insatisfeitos com a prefeitura e o andamento do concurso público para a Guarda Civil Municipal. Confira os detalhes!

 
Moradores de São João da Baliza expressaram preocupação com a falta de convocação dos aprovados no concurso público realizado no ano anterior para os cargos da Guarda Civil Municipal. A recomendação para a realização do concurso veio do Ministério Público de Roraima, após a prefeitura ter realocado vigias para esses cargos. Cerca de 30 moradores assinaram uma Nota de Repúdio denunciando a não convocação de 28 candidatos aprovados, enfatizando que a prefeitura desconsiderou a recomendação do MP.

A não convocação dos aprovados no concurso público de São João da Baliza gerou indignação entre os moradores, que destacaram o risco que a falta de profissionais capacitados na Guarda Municipal representa para a segurança da população. A Nota de Repúdio ressalta a importância de seguir a legislação e garantir que apenas profissionais treinados e dedicados ocupem esses cargos, em conformidade com a lei 13022. A prefeitura emitiu uma resposta afirmando desconhecer a Nota de Repúdio dos moradores e esclarecendo que o concurso público está em andamento, com previsão de realização do curso de formação em maio.

É fundamental que a Prefeitura de São João da Baliza atue de forma transparente e em conformidade com as diretrizes legais para garantir a segurança e bem-estar da população. A convocação dos aprovados no concurso público para a Guarda Municipal é uma medida crucial para fortalecer a atuação desse órgão e garantir a proteção dos cidadãos. A sociedade espera que as autoridades municipais ajam com responsabilidade e priorizem a segurança pública, atendendo às demandas dos moradores de São João da Baliza.
 

Prefeitura de São João da Baliza desmente moradores e afirma que não contratou vigias para a Guarda Municipal. Concurso público está em andamento, com curso de formação previsto para maio. Saiba mais!

 
Diante da manifestação dos moradores de São João da Baliza em relação à não convocação dos aprovados no concurso público da Guarda Civil municipal, é evidente a preocupação com a segurança da população local. A situação levantada na Nota de Repúdio revela a importância de seguir os trâmites legais e garantir a devida preparação dos profissionais responsáveis pela segurança pública. A resposta da Prefeitura de São João da Baliza, negando a contratação de vigias para a GCM e esclarecendo sobre o andamento do concurso público, sugere a necessidade de transparência e diálogo para resolver o impasse.

É fundamental que a Prefeitura de São João da Baliza adote medidas para esclarecer a situação e garantir a convocação dos candidatos aprovados no concurso da Guarda Civil municipal, conforme as normas estabelecidas. A segurança da população é uma questão essencial e a qualificação dos profissionais envolvidos impacta diretamente no bom funcionamento dos serviços prestados. Nesse sentido, é importante que as autoridades responsáveis tomem as devidas providências para atender às demandas da comunidade e fortalecer a segurança pública no município de São João da Baliza.