Presidente do TJRR fala sobre concursos, reajustes salariais e criação de novo Juizado Especial de Violência Doméstica. Saiba mais!

 
O Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) celebrou seu 33º aniversário com uma série de eventos programados, incluindo a 3ª Edição do Ciclojus no sábado (27). Em entrevista à FolhaBV, o presidente Jésus Nascimento abordou assuntos importantes para o poder judiciário roraimense, como o concurso público, reajuste salarial de servidores e a criação do Fórum da Cidadania, entre outros.

Durante a entrevista, o desembargador anunciou a possível criação do 3º Juizado Especial de Violência Doméstica, para atender a crescente demanda de casos na região. A proposta está em análise no Pleno do tribunal, com previsão de implantação ainda neste semestre.

Outro destaque foi a aprovação do reajuste salarial de 4,62% para os servidores do TJRR, Ministério Público do Estado de Roraima, Defensoria Pública e Assembleia Legislativa. O governador Antonio Denarium sancionou a lei durante as comemorações do aniversário do TJRR, destacando a valorização dos profissionais da área.
 
 

Descubra as novidades sobre o Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) em uma entrevista exclusiva com o presidente Jésus Nascimento. Saiba sobre concurso público, reajuste salarial, criação do Fórum da Cidadania e muito mais!

 
O Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) completou 33 anos de fundação nessa quinta-feira (25). Para celebrar a data, além dos eventos programados, como a 3ª Edição do Ciclojus no sábado (27), o presidente Jésus Nascimento comentou sobre os assuntos em alta em relação ao poder judiciário roraimense, como o concurso público, aprovação do reajuste salarial de servidores, criação do Fórum da Cidadania, entre outros. Além desses tópicos, o desembargador anunciou a criação do 3° Juizado Especial de Violência Doméstica, que será localizado na Casa da Mulher Brasileira, no bairro São Vincente.

Segundo o presidente, o assunto a respeito do certame segue em discussão pelo Conselho da Magistratura da Corte e o procedimento passou por julgamento durante sessão nesta sexta-feira (26). De cinco membros, três votaram a favor da realização do concurso, um votou contra e um — o desembargador corregedor-geral de Justiça, Mozarildo Cavalcanti — não compareceu na ocasião. Portanto, até a próxima sessão, em 31 de maio, ele deve anunciar votação favorável ou contra. Já está decidido que o Conselho votou pela realização do concurso. Acredito que até o mês de maio, o Pleno do tribunal vai tomar a decisão final. Tudo indica que sim, é uma aspiração da presidência atual. No futuro, também será necessário que a próxima gestão realize um concurso para magistrado substituto.

Os servidores públicos, ativos e inativos, do TJRR tiveram o reajuste salarial de 4,62% em 2024, bem como os do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE) e da Assembleia Legislativa de Roraima (Alerr). O desembargador Jésus pontuou que o reajuste será pago a partir da próxima folha de pagamento, com a inclusão do retroativo desde janeiro. O governador Antonio Denarium (Progressistas) assinou a lei que autoriza o reajuste nessa quinta-feira (25), durante a Sessão Solene em comemoração aos 33 anos do TJRR, no auditório do Fórum Cível Advogado Sobral Pinto.
 

Conclusão: Presidente do TJRR, Jésus Nascimento, revela planos inovadores para o poder judiciário roraimense, como a criação do 3° Juizado Especial de Violência Doméstica. Saiba mais sobre as novidades!

 
Em conclusão, o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, Jésus Nascimento, destacou os principais avanços e projetos em andamento durante as festividades do aniversário de 33 anos da instituição. Entre os destaques, está a criação do 3° Juizado Especial de Violência Doméstica e a confirmação da realização do concurso público, que passou por votação favorável no Conselho da Magistratura. Além disso, o reajuste salarial dos servidores e a criação do Fórum da Cidadania também foram pautas abordadas pelo desembargador.

Diante dos avanços e das perspectivas positivas para o Judiciário de Roraima, o presidente do TJRR reforçou o compromisso da instituição em ampliar o acesso à justiça e garantir a proteção dos cidadãos, especialmente das mulheres em situação de violência doméstica. Com a conquista do Selo Diamante pelo quarto ano consecutivo e a atualização dos valores das custas judiciárias, o Tribunal demonstra seu empenho em cumprir as metas do Conselho Nacional de Justiça e garantir um serviço jurisdicional de qualidade, mais acessível e eficiente para toda a população do Estado.